Pinterest: vale a pena investir?

0

Pinterest: vale a pena investir?

Pinterest é uma mídia social focada em conteúdos visuais (fotos e vídeos) que tem a função de gerar ideias e inspirações a respeito de temas diversos. Diferentemente do Instagram, a mídia pins permite salvar e agrupar os conteúdos em pastas e classificações que você mesmo faz.

O termo “pin” passa a ideia de “salvar” ou “marcar com um alfinete” algo interessante no seu “quadro de inspirações” para que você não se esqueça e se mantenha motivado.

Como funciona o Pinterest?

No Pinterest, você pode, por exemplo, salvar inspirações de projetos de casa, ideias de decoração de festas, entre diversas categorias que você precisar ou imaginar. Dentro das pastas também é possível ter subpastas. Assim, se você tem uma pasta chamada “Decoração de Festas”, pode ter como subpastas, “Bolo”, “Painéis” e outras.

Mas postar no Pinterest não é só uma ação exclusiva de marcas, já que qualquer usuário pode criar pins com suas fotos, que podem ficar alojados na página do seu perfil ou dentro de uma pasta (também chamada de “board”, que significa quadro).

Em cada pin, é possível adicionar um link. Assim, quando o usuário clicar sobre a imagem, é direcionado para o site que você configurou. É possível ainda “pinar” sem inserir links; desta forma, ao clicar, é aberta a imagem em tamanho maior para a visualização do usuário.

O que as pesquisas dizem sobre investimentos no Pinterest?

De acordo com pesquisa da ferramenta eMarketer realizada em agosto de 2017, o Pinterest é uma das plataformas que mais influenciam norte-americanos a tomarem uma decisão de compra, chegando a superar o Instagram nos Estados Unidos em termos de influência, como mostra o gráfico abaixo.

Em “Pinterest Ads: A Simple Guide to Set You Up For Success”, verifica-se que já chega a 61% dos usuários da mídia social que descobrem novas marcas ou produtos através de posts promovidos. O artigo está no blog da plataforma Hootsuite, que oferece ferramentas voltadas à gestão do Pinterest.

Infelizmente, o recurso de Pinterest Ads só está disponível atualmente para Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia. Possivelmente o motivo pelo qual essa aplicação ainda não é encontrada em mercados como o Brasil é devido à sua ainda pouca popularidade no país.

O infográfico Social Media Trends 2017, disponibilizado pela Rock Content, que apresentou tendências das redes sociais no Brasil em 2018, aponta o Pinterest como a 7ª rede mais utilizada no Brasil, com 9,9% dos usuários em mídias sociais. A rede de pins fica depois de gigantes, como Facebook e Instagram, e também dos populares LinkedIn, Twitter e YouTube, e ainda atrás do Google Plus.

Canal gratuito de busca e divulgação de conteúdo

Apesar da ainda escassez de ferramentas para pins promovidos e outros tipos de anúncios pagos no Pinterest, a mídia pode ser encarada como uma boa fonte de busca de ideias para o usuário online. Desta forma, não deve ser negligenciada por marcas que buscam por meios visuais de divulgação de seus produtos e serviços.

Quem usa o Pinterest?
  • A mídia dá bastante visibilidade a, por exemplo, ideias de arquitetura e moda. Não é à toa que já é bastante utilizado por blogueiros, pois gera um qualificado tráfego para os sites e ajudam no posicionamento de marca.
  • Youtubers também conseguem se beneficiar da plataforma que permite a inserção de links do YouTube que geram uma visualização e, se clicados, levam até o canal desejado, aumentando visualizações e seguidores.
  • Quem vende pela internet com lojas virtuais ou realiza a transação em outras mídias, como Facebook e Instagram, consegue pinar fotos de seus produtos com links para a plataforma de venda que quiser.

Apesar da também possibilidade de acesso pelo desktop, o Pinterest hoje é um aplicativo que já soma mais de 4 milhões de downloads no Google Play e mais de 160 mil avaliações no Apple Store, com nota atual de 4,8 (de 5 estrelas). De acordo com a própria mídia social, o app do Pinterest é atualizado a cada duas semanas para melhorar sua agilidade e qualidade no atendimento ao usuário.

Se você ainda não usa o Pinterest para seu negócio, recomendamos que olhe com atenção para esta mídia social, que já é sucesso lá fora e tem tudo para deslanchar no Brasil nos próximos anos.

Inscreva-se para receber atualizações de novos conteúdos

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais