Desvendando a Arquitetura da Informação

Desvendando a Arquitetura da Informação

Definições do termo com base em pesquisas e dicas para uma boa AI

Também chamada de AI, a arquitetura da informação, ao contrário do que muitos pensam, não apareceu só com a comunicação digital. Pois o termo designa a organização de toda informação de modo a transmiti-la da melhor forma possível.

A maior empresa mundial de pesquisas em TI (tecnologia da informação), a Gartner,  define o termo “information architecture” (arquitetura da informação) como se referindo a “todas as fontes de informação – inclusive papel, gráficos, vídeo, fala e pensamento – que definem a empresa são representadas por esta camada de arquitetura de aplicativos. Ele também define fontes e destinos da informação, seu fluxo através da empresa, e as regras de persistência, segurança e propriedade“.

Então, o que mudam com os sites?

Junto com o planejamento de um site, há de ser pensado um conceito chave da arquitetura da informação: a experiência do usuário. Essa é que deve sempre estar em primeiro lugar. Assim, ele também norteia todo o trabalho do web designer.

Mas o que é AI?

Segundo definição do site do Guia de Serviços Digitais da ABRADI (Associação Brasileira dos Agentes Digitais), a arquitetura comporta toda a navegação online e deve mostrar uma organização de forma a gerar uma identificação com a mente dos visitantes de um site.

“A atividade de arquitetura de informação define os sistemas de navegação, indexação, organização e rotulação de um ambiente digital, assegurando uma melhor experiência de interação.

Em projetos interativos, os usuários privilegiam o uso da navegação por categorias. Dessa maneira, o sucesso das ações de interação em um site, intranet ou extranet requer que a organização do conteúdo seja consistente, flexível e evolutiva e ainda reflita o modelo mental de seus usuários.”

Fonte: http://www.guiadeservicosdigitais.com.br/arquitetura-da-informacao

Como planejar a arquitetura da informação?

Na obra “Information Architecture for the Word Wide Web (2002)”, de autores-referência no tema, a AI de um site deve ser dividida em quatro grandes sistemas para nortear o trabalho do arquiteto da informação. Eles são relacionados ao conteúdo (Organization System), à apresentação (Labeling System), ao espaço hipertexto (Navegation System) e às buscas (Search System).

Mas na prática, como será que as coisas acontecem? Quem é o arquiteto da informação?

Em seu artigo “O que é arquitetura de informação em websites”, o Webinsider (um dos principais sites de artigos e conteúdo analítico sobre marketing, negócios, criação, conteúdo e comunicação) comenta o que faz um arquiteto da informação na prática, sendo esse profissional muito mais do que um organizador espacial.

“As responsabilidades de um arquiteto de informação se misturam com as de todos os demais que atuam no projeto de um website: designers gráficos, redatores, programadores, especialistas em usabilidade, marketing, etc. Mas conhecer as fronteiras é importante para organizar nosso trabalho.”

Fonte: https://webinsider.com.br/2006/04/15/o-que-e-arquitetura-de-informacao-em-websites/

Montando uma arquitetura da informação

É claro que este é um ramo profissional que não é tão simples, mas se você não é um arquiteto da informação e também não pode investir em um no momento, seguem algumas dicas para te ajudar a desenvolver um bom projeto de site.

  1. Pesquisa

Procure por sites da mesma categoria que você irá desenvolver, levando em consideração o conteúdo entregável e o público. Após listá-los, analise o que é interessante e o que não é em termos de navegação. É fácil navegar nele? Tem algo que te faria sair dali rápido, como um botão que não funciona ou que leva a algo que não responde sua pergunta? Escreva os pontos positivos e negativos para ter como referência.

  1. Conteúdo

Descreva quais páginas você quer que tenha no seu site. A frente de cada uma, quais as subdivisões possíveis?

  1. Navegação

Desenhe um fluxograma, partindo da Home e entrando nas páginas a partir da principal. Depois, veja como as páginas de diferentes níveis poderão se comunicar para tornar a navegação do usuário fluida e contínua no seu site.

fluxograma de arquitetura da informação

Exemplo de fluxograma de uma arquitetura da informação

 

  1. Teste

Para testar, nada melhor do que utilizar ferramentas inteligentes de usabilidade.

Parte 1

Para realizar um teste da sua estrutura, sugerimos o Treejack by Optimal Workshop, um software que te ajuda a verificar se a estrutura do site vai funcionar.

Parte 2

Convide algumas pessoas que identifica como perfis do seu público alvo para realizar alguns testes na ferramenta Card Sorting Tool do UsabiliTEST.

Esperamos que tenhamos conseguido te ajudar a compreender um pouco do universo da AI! ;)
Somos um grupo da Asap10 muito engajado em trazer para este portal informações especializadas sobre ferramentas digitais. Para isso, oferecemos gratuitamente conteúdo de qualidade relacionado ao mercado de marketing e negócio digital. Nosso principal esforço está em disponibilizar links e descrições sobre aplicações digitais. Tudo porque queremos facilitar ao máximo o gerenciamento dos seus negócios, suas contas e arquivos pessoais online

Perdi a senha

CONHEÇA A PLATAFORMA DE MARKETING INTEGRADO INOVADORAEU QUERO !
Share This